Nostalgia de Quinta: filmes com Amanda Bynes

Nostalgia de Quinta: filmes com Amanda Bynes

Você lembra da Amanda Bynes? Esse nome lhe parece familiar? A atriz ficou famosa por protagonizar diversos filmes que marcaram a adolescência de muitos daqueles que viviam os anos 2000 no ensino fundamental/médio. Comédias adolescentes, romances teens, tramas que eu, particularmente, adorava assistir mais de uma vez, se fosse possível.

capapost

Depois da poeira da fama abaixar, Bynes chegou a ser internada devido a transtornos psicológicos. A atriz reapareceu em fotos completamente irreconhecível, quem a via nos filmes quase não acreditou no que ela tinha se tornado. Fiquei triste de ver a musa teen desnorteada daquele jeito, o que me fez pensar no preço que a fama tem para algumas pessoas, nem sempre é igual para todos. Hoje em dia ela está com 31 anos, estudando em uma faculdade de moda, noiva e até com planos para voltar a TV. Que tudo dê certo para ela, né?

Agora como a Escritora de Quinta que voz fala está nostálgica essa semana, decidi listar os cinco filmes preferidos da atriz e que sempre assisto quando acho perdido pela televisão. Amava as personagens de Bynes, eram jovens independentes, fortes, com suas doses de loucuras e caretas sempre se metendo em uma confusão gostosa e clichê de acompanhar. Tenho quase certeza que pelo menos um filme dessa lista vocês já viram ou ouviram falar!

  1. Ela é o Cara (2006)

Channing Tatum é maravilhoso e maravilhosidade não faltará para apreciar nesse filme. É o meu preferido. Bynes vive Viola, uma jogadora de futebol que decide fingir ser o irmão (Sebastian) para conseguir jogar no time da escola. Mulher não pode jogar no time dos homens e Viola tenta provar que é tão boa quanto os caras, só que no meio desses caras tem Duke, por quem ela se apaixona. É a clássica comédia que não faz muito sentido (afinal, como não percebem que ela não é o irmão, pelo amor de Deus?!), mas que você se diverte demais assistindo.

2. Tudo Que Uma Garota Quer (2003)

Colin Firth interpretando Henry, o pai tímido e sério de Daphne. Minha curiosidade e paixão pela Inglaterra surgiu com esse filme, impossível não se apaixonar pelo lugar depois de assistir. Aqui Bynes decidi ir atrás do seu pai, só que quando o encontra descobre que ele é um importante político, o que conflita bastante com a vida que ela levava e os costumes que tinha nos Estados Unidos. O famoso clichê onde tudo dá certo no final e te arranca suspiros pelas cenas fofas que assistimos.

Ps: Tem na Netflix

3. Ela e os Caras (2007)

Sydney é caloura na faculdade e já começa muito bem arrumando inimizade com as “patricinhas” do lugar, com isso ela vai parar junto com os nerds e esquecidos do campus. O que a deixa revoltada, principalmente quando percebe que a maioria os tratam como se fossem um nada no lugar. Então, a linda decidi reunir os oprimidos, as minorias e dar voz a todos eles para assim ter uma faculdade mais justa. Uma boa história para passar seu tempo e te deixar sonhando com uma faculdade que não existe. Pois, é, eu descobri isso da pior maneira possível.

4. A Mentira (2010)

Emma Stone! Eu sei que estou falando da Amanada Bynes e de como passei minha adolescência assistindo aos seus filmes, mas sou apaixonada pela Emma até hoje e esse é um dos meus preferidos que consequentemente também tem Amanda no elenco. Na história a estrela teen vive Marianne, um devota a Jesus que gosta de apontar o dedo e julgar como se fosse a própria versão feminina do filho de Deus. Uma trama que ensina o quão pequeno é o julgamento das pessoas se deixarmos ele de lado e focarmos em nós mesmos, sabe? Na nossa verdade e não na do que os outros irão dizer.

5. S.O.S. do Amor (2005)

O filme mais fraquinho, porém, entretanto, todavia que me fez ficar semanas me imaginando nele. Bynes é Jenny e ela acaba “presa” numa ilha “deserta” com o seu ídolo. Fala sério, né? Típico acontecimento de comédia teen que faz a gente se imaginar numa situação dessas com o Felipe Dylon, por exemplo, ou vai dizer que ele não foi seu muso do verão na época? Jenny acaba descobrindo que os dois não correm tanto perigo assim, mas tenta tirar proveito da situação já que Jason, seu ídolo, acha que estão longe da civilização e sem chances de socorro.

E aí, quais desses filmes já assistiram? Por favor não me deixem sozinha no time das que viram todos e que claramente está com vontade de rever todos outra vez. Amanda Bynes era a rainha teen, ícone para as garotas que viviam sonhando pelos cantos em viver algumas das suas personagens por pelos menos uma horinha. O clichê da garota engraçadinha e atrapalhada com o cara gato e que se apaixonava por ela. Nostalgia mais gostosa da semana foi rever esses trailers, acho que vou começar assistindo Tudo Que Uma Garota Quer que está disponível na netflix e vocês?

Falha minha: não consegui achar trailers em boa definição! Por serem filmes antigos, senhoras e senhores, tive que colocar os links que achei mesmo. Desculpem.

Anúncios
Especial com filmes para aquecer seu coração

Especial com filmes para aquecer seu coração

Hoje é dia nove de junho. Você está inalando coraçõezinhos e casais apaixonados desde final de maio que pareceu ter 32 dias. Não tem como fugir, o dia dos namorados está no Spotify com playlist especiais para ouvir com o amado que você não tem, está na televisão com as propagandas dos presentes que você não irá ganhar, está no centro comercial da sua cidade e nas ruas com as pessoas que parecem surgir na sua frente sempre acompanhadas e felizes.

É difícil, minha amiga e meu amigo, mas todo dia dos finados até agora você passou vivo. O que tornará passar o dia dos namorados sem namorado ou namorada uma fichinha. Sério. Desculpa usar esse exemplo de quinta, mas, ei! Olha o nome do blog, você não poderia esperar uma piada de primeira, muito menos de segunda, né?

Mas vamos ao que interessa, vamos aos filmes que decidi indicar para aquecer vossos corações solitários nesse final de semana que antecede a segunda (como se não já não fosse ruim o bastante) de dia dos namorados. Sem essa de querer fugir, são histórias de amor sim e que irão aquecer seu coração solitário também. Vão por mim, de verdade, assistir pelo menos um desses filmes nesse final de semana irá aliviar sua alma. Até quem já tem a famosa metade da conchinha na hora do edredom pode assistir. São os queridinhos para aquecer qualquer coração ❤

Comer, Rezar, Amar (2010)

a-renovacao-espiritual-em-comer-rezar-e-amar-html
Foto: Reprodução/Obvious

Liz tinha uma vida completamente estável, uma casa, um marido, um trabalho de sucesso. Até que as coisas começam a mudar drasticamente. Com o divórcio ela já não sabe mais o que é importante, não conhece mais a verdadeira razão por estar nesse mundo. Um filme que mostrará Julia Roberts numa viagem de auto-descoberta para sua própria personagem. Daqueles que te deixará com vontade de fazer as malas ou preparar uma macarronada. Sério, ela fica uns dias na Itália (que é minha parte preferida) e eu não posso deixar essa vida antes de comer naquele lugar.

Dica valiosa: ele também está disponível na Netflix.

La La Land – Cantando Estações (2016)

O queridinho do Oscar que você precisa rever ou se ainda não assistiu, precisa urgentemente assistir! Uma história que, como já disse aqui no blog, não é sobre amor, é sobre sonhos. Mia e Sebastian, Emma Stone e Ryan Gosling nessa mágica história sobre como a vida gosta de brincar com nossos sentimentos e testar nossos sonhos.

Mesmo Se Nada Der Certo (2014)

tumblr_nhtzqx1ym51tjb1uko1_540
Foto: Reprodução/Tumblr

Uma história que reúne vários perdedores. Acredite, cada personagem desse filme perdeu algo e está em busca do melhor caminho para seguir em frente. E o melhor de tudo é que a trilha sonora fará você se apaixonar ainda mais por esse filme. Ainda mais, no caso, porque tem Adam Levine e Mark Ruffalo, então imaginem a dose alta de amor que vocês encontrarão nesse filme. Também já falei sobre ele aqui no blog.

Celeste e Jesse Para Sempre (2012)

Você já pensou como seria sua vida se tivesse conhecido o amor dos seus sonhos no ensino médio e casado com ele? Pois é, agora imaginem como essa história realmente deve ser contada? Sem o clássico conto de fadas que estamos acostumados? Celeste e Jesse nos mostram como nem sempre é fácil manter uma relação por tantos anos. Assim como terminar essa relação também não é algo assim tão simples.

Um Dia (2011)

um dia
Foto: Reprodução/DicaPraHoje

Dex e Em, Em e Dex. A história desses dois é cheia de situações que a vida vira e mexe impõe em nossos caminhos. Destinos que se separam e se cruzam novamente, uma história de 20 anos que inicialmente foi contada no livro pelo autor David Nicholls e agora nessa adaptação que tem Anne Hathawey, como Emma Morley e Jim Sturgess, como Dexter Mayhew. Pessoas que deveriam permanecer juntas, mas que a vida decidiu tecer novos planos para elas.

E só mais uma dica: tem na Netflix também.