Máquina do tempo com o Spotify!

Máquina do tempo com o Spotify!

Alô, alô, leitores de quinta! Hoje quero compartilhar com vocês algo bem legal que descobri essa semana (espero não estar tão atrasada assim). Já ouviram falar na Máquina do Tempo do Spotify? Meus amigos, que ferramenta maravilhosa!

Funciona da seguinte maneira, você acessa o link e o Spotify cria uma playlist com as músicas que você ouvia na adolescência. Não sei se funcionará com vocês, acredito que sim, já que ele baseia a seleção de músicas com uma busca em todos os nossos dados. A minha playlist ficou perfeita!

máquina do tempo spotify

Sim, eu era bem eclética mesmo na adolescência. Isso porque não está mostrando Panic At The Disco, My Chemical Romance, Dibob e as outras músicas que estão logo abaixo. Para saber como será a sua playlist da Máquina do Tempo do Spotify é só acessar esse link https://timecapsule.spotify.com/ e fazer login na sua conta ou criar um cadastro que é rapidinho.

Depois me conta se a sua deu tão certo quanto a minha! Vamos aproveitar a semana para ficar nostálgicos! Amém, Spotify!

Anúncios
Playlist de quinta: as favoritas de 2017

Playlist de quinta: as favoritas de 2017

Bruno Mars, Paramore, Ed Sheeran, tem tanta novidade boa nesse começo de 2017 que não só consegui atualizar minha playlist, como não consigo parar de escutá-la! Sério! Muita coisa boa lançada nesse ano e olha que ainda estamos em maio.

Montei essa singela lista com as músicas que não saem do repeat aqui no celular, no notebook, no spotiy, na caixinha de som, na rua, no quarto…

  1. Ed Sheeran – Shape of You

Oh I Oh I Oh I Oh I I’m in love with your body, vai gente… Eu sei que não tem como não cantar junto ou dançar, Shape of You é a minha preferida de Divide, o novo álbum do ruivo mais querido do momento e essa é a primeira da minha playlist ❤

2. Bruno Mars – That’s What I Like

Se Bruno Mars existe, meus amigos, graças a Deus ele existe, não é mesmo? Homem abençoado que sempre faz com perfeição tudo aquilo que faz. Desculpa a redundância, mas fico nervosa para falar desse muso. Fiquei desde 2012 esperando ele lançar álbum novo, praticamente cinco anos! Então sim, That’s What I Like é a segunda da minha lista ❤

3. Luis Fonsi, Daddy Yankee e Justin Bieber – Despacito

Você vacilou e Despacito ficará na sua cabeça até sabe Deus quando… Desculpa se eu também me rendi e não consigo parar de ouvir Passito a passito, suave, suavecito, nos vamos pegando, poquito a poquitOPA, É AUTOMÁTICO, GENTE, SOCORRO!

4. Ed Sheeran – Galway Girl

Não são todas as músicas do Ed que conseguem me conquistar, mas esse último álbum dele está maravilhoso demais! Galway Girl continua no repeat da minha playlist e esse clipe ficou muito gostoso de assistir ❤

5. Maroon 5 – Cold ft. Future

Gostaria de dizer que I DON’T UNDERSTAND ESSE CLIPE, mas amei fortemente a música! Sou fã de Maroon 5, logo me torno uma suspeita. Confesso que também não entendi direito quando o Adam apareceu com esse cabelo descolorido, mas já superei esse choque e sigo em frente mantendo Cold no repeat.

6. Paramore – Hard Times

Eu amo Paramore e essa paixão é das antigas! O último álbum que fora lançado em 2013 e ficou nítida a diferença no som da banda. Confesso que sinto falta da pegada Misery Business, mas Hard Times conseguiu me ganhar ❤

MÚSICA BÔNUS!

Vocês não vão acreditar, mas Foo Fighters lançou na última terça-feira (16) uma música. Se lançou, significa que é inédita, né? E É FODA DEMAIS! (Desculpa o palavrão, mas ficou muito louca!) Ainda não foi lançada oficialmente, ninguém tem alguma data prevista ainda, eles estavam em um show beneficente ontem e foi lá que soltaram essa pérola. Tem até vídeo e acreditem, vocês vão ficar torcendo para o tio Dave e companhia lançarem logo esse som ❤

Foo Fighters – The Sky is a Neighborhood

AHHHHHHH, MEU CORAÇÃO, EU QUERO ESSA MÚSICA LOGO!

Vocês devem estar pensando “Tati, por que você não criou direto uma playlist no spotify?” e eu respondo para vocês: PORQUE EU GOSTO É DE COMENTAR CADA MÚSICA MESMO, DESCULPA. E antes de finalizar esse post queria registrar aqui para vocês nunca duvidarem quando uma pessoa disser que “ouve de tudo” porque essa pessoa pode ser eu e ela não tá mentindo, sério, minhas playlist no Spotify são ALEATÓRIAS com capslock ligado .

 

 

Top 5: Simplesmente Acontece (Love, Rosie)

Top 5: Simplesmente Acontece (Love, Rosie)

“Só quero ter alguém, Ruby. Cansei de esperar.”
– Rosie 

Alex e Rosie ❤ (Foto: Reprodução/Divulgação)

Simplesmente Acontece (Love, Rosie) é uma comédia romântica cheia de dramas, como gravidez não planejada, namoro com babacas, populares que mesmo depois do colégio continuam populares, melhor amigo que é o amor da sua vida mas você só descobre isso quando ele vai casar e por aí vai.

Assista ao trailer do filme:

Eu amei o filme e amei mais ainda a trilha dele! Então, separei cinco músicas que tocaram e me empolgaram do outro lado da telinha… Ah, eu posso ter colocado possíveis spoilers em alguns comentários, então assista ao filme antes, sério, tem Lily CollinsSam Claflin o que já é motivo suficiente para você assistir. A história é clichê, mas gostosa de acompanhar. Rosie tem uma vida que vai fazer você agradecer pela sua. E acompanhar o amor dos dois personagens te faz pensar um pouco no rumo que seus os relacionamentos podem seguir, se o destino realmente existe e essas coisas que a gente não deveria pensar muito.

Agora chega de papo! Dá play aí no meu top 5:

Beyonce – Crazy in Love

A Rosie se acaba na pista de dança, louca, e esquece que beijou o boy magya, o Finnick, quero dizer, o Alex. Não tem como ouvir essa música e não se empolgar!

 

Peggy Lee – I’m Confessin

Eu sei, você deu play nesse vídeo e tá agora com cara de “QUEQUEISSOTATIANE”, muitas pessoas fazem essa cara para mim, fique tranquilo, é que eu amo essa pegada jazz, essas músicas que parecem sair de filmes dos anos 60 e não podia deixar ela de fora do meu top 5. Só para lembrar: o top 5 é meu e eu coloco a música que eu quiser, beijão!

 

KT Tunstall – Suddenly I See

Se você também lembrou de O Diabo Veste Prada ao ouvir essa música em Simplesmente Acontece: dá um abraço e dança comigo!

 

Lily Allen – Fuck You

Quem nunca nessa vida teve um momento “fuck you, fuck you very very muuuuuuuuch” depois de terminar algum relacionamento? Rosie começa a jogar fora as coisas do cara que a decepcionou e Lily Allen é quem canta no fundo da cena.

 

Lily Allen – Littlest Things

“Dreams, dreams
Of when we had just started things
Dreams of you and me
It seems, it seems
That I can’t shake those memories
I wonder if you have the same dreams too”

Do mesmo jeito que a Lily te ajuda a superar um relacionamento, ela te detona, PRA QUE ISSO, MULHER?

E aí, teve alguma outra música que você ouviu na trilha de Simplesmente Acontece e colocaria no seu top 5? Deixa ela aí nos comentários. Para ler um post com a trilha completa do filme você pode clicar aqui, no post do Pure Break.

Trilha Sonora de Quinta: Mesmo se Nada der Certo

Trilha Sonora de Quinta: Mesmo se Nada der Certo

Fiz um post falando sobre o filme “Mesmo se Nada der Certo” e decidi estrear mais uma categoria no blog! Eu sei, vocês vão pensar: “outra?!”. E eu responderei: “sim, outra!”. É que seria complicado falar e postar as músicas que gostei do filme no mesmo post. Então pensei: “poxa, e se eu criar uma categoria pra falar das trilhas sonoras?”. Se formos pensar bem, todo mundo tem uma trilha sonora pra si, seja em um relacionamento, com amigos, com a família, sozinho sentado na janelinha do ônibus. A vida sempre pede uma trilha sonora e vou falar sobre elas aqui no blog sim.

Obs: Nem sempre será sobre filmes e seriados.

foto divulgação do filme

Não sei o gosto musical de vocês, então pode ser que me xinguem e falem “que bosta, heim, Tati”, mas eu achei essa trilha sonora tão gostosa! As músicas fazem você ficar se balançando no ritmo durante o filme, cantarolando baixinho e pegando partes das letras que a Gretta compôs e sair enviando para c e r t a s p e s s o a s, se é que me entendem (mentira, nunca façam isso, pelo amor de Deus).

Juro que não sabia que a Keira Knightley (Gretta) tinha essa voz suave e até gostosa de ouvir. Não é o tipo de vozeirão, nem do tipo que vai agradar todo mundo, mas com a música certa, e dependendo da pessoa, a coisa até que funcionou bem.

O vídeo a baixo é uma das canções que a Keira canta, Like a Fool, a música começa no 1:01 do vídeo. E sim, é ela que você vai querer enviar pra c e r t a s p e s s o a s, como eu disse no começo do post:

“And you have broken every single fucking rule
And I have loved you like a fool”

Eles não conseguem um contrato satisfatório em uma gravadora, então Dan e Gretta, junto com Steve e outros músicos “desconhecidos” passam a gravar o cd pela cidade de Nova York. A música começa no 0:19 do vídeo:

Além da Keira, Adam Levine (maravilhoso) também canta, é claro, né? Ele entra com a canção Lost Stars que no filme, foi um presente da Gretta, ela compôs especialmente para ele. A canção tem duas versões, a interpretada pela própria Gretta, mais suave, e a outra pelo Adam, um pouco mais agitada, a música começa no 0:35 do vídeo:

Gostaria de ressaltar que Mesmo se Nada Der Certo é o filme que estreia o nosso querido Adam Levine nos cinemas. A canção concorreu ao Oscar 2015, não ganhou, mas teve apresentação do Adam (maravilhoso e de gravata borboleta!!!), vejam:

“Turn the page
Maybe we’ll find a brand new ending
Where we’re dancing in our tears”

Se você tiver com tempinho de sobra, separei esse vídeo abaixo com todas as canções do filme (eu te amo, youtube e dono do canal do vídeo que vou postar!):

No post do filme eu comentei sobre duas cenas que mais gostei nele. Uma delas era quando Dan encontrava Gretta pela primeira vez cantando no bar, e a outra era quando os dois dividiam o fone de ouvido. Consegui achar elas no youtube (te amo de novo, youtube!), se você quiser assistir a cena do bar (começa no 1:45 do vídeo) é só clicar aqui. E para assistir a cena do fone de ouvido (começa no 0:50) é só clicar aqui. Eu sei, sou uma linda. De nada.

trecho do filme

“É por isso que eu amo a música. Uma cena banal, de repente, se enche de significado. Todas as banalidades, de repente, se tornam pérolas de beleza e efervescência. Graças à música.”