Projeto 20 coisas: séries preferidas

Projeto 20 coisas: séries preferidas

Fala galerinha do meu canal, tudo beEPA, rede social errada! Quem acompanha o Escritora de Quinta já está por dentro de algumas interações que andaram rolando por aqui. Se você anda meio perdido, se acalma e ajeita a cadeira aí que essa é mais uma interação (e a oficial) do Projeto 20 Coisas! O projeto fora criado pela Helô, do Onde Cê Vai Loko e pela Mi, do Michellandia. A postagem a seguir é da Hanna, que veio indicar as 20 séries preferidas que ela assiste. Depois não deixem de acessar o blog dela porque eu andei falando dos meus 20 personagens favoritos por lá.

projeto20coisa

Olá meu povo, como estamos? Para quem não me conhece, meu nome é Hanna Carolina e sou a dona do Mundinho da Hanna. Hoje, em especial, estou aqui de passagem no Escritora de Quinta para fazer um post muito legal sobre séries. Vou comentar sobre as séries que assisti e se tornaram as minhas favoritas. Será que vocês já assistiram algumas delas? Só lendo para saber! Então chega mais! =)

  1. Sherlock

Nossa! Já falei várias e várias vezes o quanto Sherlock é bom! Primeiro porque sou suspeita pra falar, já que sou a louca por Sherlock Holmes (rsrsrs)… E segundo porque é muito boa mesmo! Todo mundo aqui, mesmo que nunca tenha lido suas aventuras, sabe pelo menos a referência do “elementar, meu caro Watson” e sabe o que significa ver o cara com um cachimbo, uma capa imensa e um chapéu de detetive consultor. Nessa série em especial, ao contrário dos livros e filmes, a história se passa com Sherlock Holmes e seu fiel escudeiro Watson vivendo em pleno século XXI. Então eles usam celulares, Dr. Watson escreve num blog… É tudo bem moderninho, porém sem perder o clássico da dupla investigativa e da ciência dedutiva do Sherlock (os atores também são muito bem escolhidos e, caso não saiba, o ator que faz o personagem do Sherlock também foi o que fez Dr. Estranho no filme ano passado).

2. NCIS – New Orleans

Eu amo séries policiais e não poderia deixar de falar dessa. Eu sei que tem várias franquias de NCIS, mas a minha favorita é a de New Orleans. Os atores são mais legais, os casos eu também acho mais interessantes, mas vou confessar que o que gosto mesmo são das músicas da série! A da abertura foi a que me conquistou e logo depois eu vi que a banda também toca as outras músicas que aparecem na trama. Nem preciso falar que acabei baixando os cd’s da banda e fico ouvindo em casa o tempo todo, né? =p

3. The Catch

Traduzido aqui no Brasil como “A Jogada”, essa série infelizmente foi cancelada, porém eu me apaixonei pelo enredo. É uma história envolvente e que sempre te surpreende porque quando você pensa que não vai mais acontecer nada, no final do episódio acontece uma coisa que te deixa de boca aberta, afinal, você não esperava que fosse acontecer… Ainda mais do jeito que aconteceu… Essa é a história de Alice Vaughan, uma detetive que tem uma agência de investigação e é noiva de um cara que só faz parte de uma gangue altamente especializada em dar golpes. Nem preciso dizer que o cara só tá noivo dela para dar o golpe nela e ferrar com a empresa, né? Mas ela descobre e fica naquele jogo de gato e rato. Apesar dela saber a origem do cara, fica mais apaixonada, e ainda rola o lance de perigo no meio, para dar uma apimentada a mais na relação. Não tenho muito o que explicar, só vendo mesmo para saber… =)

4. WestWorld

westworld
Foto: Reprodução/Pinterest

Essa série é novíssima e estreou ano passado, mas está entre as minhas favoritas. Ela se passa num futuro não muito distante, onde as pessoas começam a investir em Inteligência Artificial. Logo dois amigos se tornam sócios e criam um parque chamado West World, onde todos os personagens são androides e tem um sistema de pensamento tão avançado que eles mesmos se atualizam e começam a pensar como nós. O agravante do parque é que ele foi feito para tudo ser liberado. Tudo o que você não tem coragem de fazer perante a sociedade, você é livre para fazer lá dentro. Ou seja, roubos, mortes, estupros… Tudo é permitido lá dentro, pois os androides são feitos com estruturas que lembram carne, osso e até os sistemas orgânicos que temos. Logo, você sabe que está fazendo tudo aquilo com um robô, no entanto, a sensação é como se fosse com uma pessoa de verdade. A vantagem é que você pode fazer o que quiser com eles, mas eles não podem revidar, já que são programados para não ferir os humanos. Até que atualizações acontecem, os androides começam a ter lembranças de fatos passados e… coisas começam a acontecer… Para quem curte uma boa ficção científica, essa é a série certa! 😉

5. Sleepy Hollow

Essa já é conhecida de algumas pessoas, porém para mim é nova. Ela se passa numa cidadezinha dos EUA, onde tudo é perfeitamente normal, até que começam a aprecer pessoas decaptadas sem motivo aparente. Logo surge também um cara que se diz ter sido soldado do General Washington pela liberdade dos EUA… Em meio a essa loucura, apenas uma detetive acaba acreditando no tal soldado, pois ele fala de coisas que apenas ela sabia, lembranças de infância. E assim começa a busca dos dois, para combater as forças do Mal que despertaram na cidade e vem para trazer o Apocalipse. Quem assiste a história sabe que ela é baseada no filme ‘A lenda do cavaleiro sem cabeça’. A série é assim também, um cavaleiro sem cabeça, que aparece do nada decaptando as pessoas, com o diferencial desse soldado que acorda junto para combatê-lo. Eu gosto da série, apesar de também ter sido cancelada… =/

6. Once Upon A Time

Imagina ter todos os personagens que você só conhecia dos livros de contos de fadas vivendo no mundo real, numa cidade só deles? Assim é a pacata Storybrook, uma cidade onde todos os moradores são personagens de contos de fadas. E mais, sabe tudo que você pensava sobre os personagens e o lance de finais felizes? Esqueça, porque nessa série as coisas são muito mais antigas e muito mais complicadas do que você imaginava. Logo você vai ver que todos os personagens tinham passagem nas histórias dos coleguinhas. Cada um influenciou para o bem ou para o mal o final de cada personagem. A Rainha Má não é má por acaso, o fato de querer sempre matar Branca de Neve tem a ver com o passado… A Bela e a Fera tem um fundo mais sombrio do que se possa imaginar… Peter Pan foi quem mais me surpreendeu, pois nunca tinha pensado nele dessa forma… E assim foi… E como são personagens da Disney, a cada temporada aparecem mais e mais personagens, a imaginação rola solta, afinal, tudo começa com “Once upon a time”.

7. DC´s Legends of Tomorrow

Há quem diga que é uma cópia de Dr. Who, mas nem ligo. Continuo assistindo mesmo assim… =p É uma série na qual heróis que não são tão valorizados nas suas histórias originais saem viajando pelo tempo, arrumando o que eles chamam de aberrações temporais, fatos que podem acabar com o tempo como o conhecemos e mudar drasticamente o futuro de toda a humanidade. Então eles saem do seu tempo para se tornarem as “lendas de amanhã”. Dizem que eles são cópia de Dr. Who por causa da nave, a capacidade de viajar no tempo e o Rip Hunter, que é o primeiro capitão da nave e da equipe… Mas a série é muito boa e recomendo que assistam e tirem suas próprias conclusões.

8. Gotham

Óbvio que não poderia deixar de falar do meu super herói favorito, o Batman! Apesar da série não falar do Batman propriamente dito, ela fala da cidade quando o homem morcego era ainda uma criança/adolescente. Então toda a ação fica para o Gordon, que ainda é um simples detetive e conta como os outros vilões surgiram. Aos poucos estão sendo explicadas as origens do Pinguim, Xarada, Hera Venenosa, entre outros. Uma série bem filmada, e com todo o clima sombrio que a história do Batman pede. Nada daquele tipo super herói que os filmes romantizavam, mas o que os quadrinhos falavam… Um anti-herói, que não seguia regras… A cidade é no mesmo estilo… Tudo é mais sombrio, tudo é mais perigoso.

9. Game of Thrones

Essa série se tornou a minha queridinha, desde que comecei a ler os livros. Nem preciso dizer o quanto estou ansiosa, tanto pela estreia da nova temporada, quanto pelo enfim lançamento do sexto livro, que espero há anos… =/ Game of Thrones é para quem gosta de sofrer, pois o autor não tem a mínima pena de matar seus personagens, principalmente os que são mais amados pelo público. Nela tem dragões, feitiços, zumbis, tudo que se possa imaginar. Fora as referências históricas, figuras como Átila, o Huno, Alexandre, o Grande, Aquiles e tantos outros não são inclusos com esses nomes, porém se parar para pensar com cuidado, você vai ver que os personagens no fundo são inspirados nesses grandes personagens da História.

10. House

dr_house
Foto: Reprodução/MtsProduções

Como não amar (e também não odiar) esse médico? House é um médico muito requisitado, porque sempre cura seus pacientes. Mas antes disso, ele humilha, xinga, não mede esforços para deixar todos a sua volta para baixo. Uma pessoa dessas deveria era afastar todos a sua volta; todo mundo o odeia, mas continua perto dele, porque ele tem um jeito de resolver os sintomas das doenças de um jeito único. No início eu não curtia House, mas depois a série foi tomando espaço no meu coração e hoje até gosto dela.

11. Bones

Outra série que, apesar de antiga, para mim é nova. Bones na verdade é um apelido dado para uma antropóloga forense que trabalha com arqueologia forense no melhor instituto do mundo dessa área, o Jefersonian. Logo seus estudos chegam ao conhecimento do FBI, que contrata a equipe do instituto para resolver alguns casos até então impossíveis de solucionar. Logo você simpatiza com a equipe, que forma os casais entre si e com a própria Bones, uma mulher bonita e boa no que faz, no entanto, gosta de mostrar o quanto é inteligente para todos e para o mundo. O que me irrita um pouco nela é que ela fala demais e tem a necessidade de demonstrar conhecimento o tempo todo, mas os amigos a sua volta dão o toque de comédia até a resolução dos casos.

12. Penny Dreadful

Se você curte personagens dos clássicos da literatura mundial, não pode deixar de ver Penny Dreadful. Ao contrário dos personagens de Once Upon A Time, nessa série você vai encontrar os clássicos como Drácula, O Médico e O Monstro… E por aí vai. São os clássicos do terror. É uma série de 3 temporadas apenas, mas que tira o fôlego com os personagens que aparecem.

13. CSI

Comecei a gostar de séries policiais vendo CSI. Ela tem várias franquias, mas a minha favorita semre vai ser a original, que se passa em Las Vegas. Primeiro porque nas primeiras temporadas o chefe da equipe é um entomólogo. Nem preciso dizer que a bióloga que vos escreve ficou toda feliz e queria até fazer a prova para perita da Polícia Federal vendo os episódios dessa série! Eu desisti da ideia da prova, mas a série é muito boa e caiu entre as minhas queridinhas do coração! =)

14. The Big Bang Theory

Todo nerd que se preze já viu pelo menos um episódio dessa série. Com um toque e tanto de comédia, TBBT conta a história de 4 amigos nerds que trabalham em universidade e sobre como eles convivem com a sociedade. Confesso que comecei a assistir sem esperar nada por ela, mas logo me apaixonei, ainda mais porque em cada personagem da turma eu vejo algum dos meus amigos. =p Me identifico muito com essa série e assisto todo episódio dela!

15. Law and Order

Essa foi mais uma que me fez me apaixonar por séries policiais. Ela conta as histórias da Unidade de Vítimas Especiais, ou seja, abuso sexual. Além disso, ela mostra sem pudor o quanto as coisas podem ser podres até do lado dos “mocinhos”. Sempre tem uma fruta podre no meio do cesto e eles são mestres em descobrir isso.

16. Friends

Toda geração já viu pelo menos um episódio de Friends. Quem não dava altas gargalhadas com essa turma? Principalmente quando estavam juntos? É uma nostalgia quando consigo ver um episódio da série na TV… =)

17. Two and Half Men

Outra série nostálgica para mim. Ver os dois irmãos tentando tomar conta do filho de um deles é a coisa mais engraçada. Ainda mais porque o garoto é louco pelo tio, a “má influência”, porém é quem sustenta o irmão e o sobrinho com as musiquinhas de comercial.

18. Máquina Mortífera

Essa entrou para minha lista de queridinhas também. O sfilmes que tem da dupla de policiais viraram quase um clássico, tanto que agora tem a série. O enredo é o mesmo: o policial certinho que acabou de passar por uma cirurgia do coração (que inclusive é feito pelo chefe da família em Eu, a patroa e as crianças) e o policial que é genro do chefe de polícia, mas quer se matar depois de perder a esposa. Logo eles são obrigados a trabalhar como parceiros. O que no início não daria certo, logo se torna um laço de amizade… Um vê uma família onde achava que não teria mais nada, o outro acha mais motivos para ser policial, além da vida monótona.  Eles se tornam uma dupla improvável, porém também imbatível e resolvem os crimes com muito humor, mas sem deixar a “responsa” de lado… =)

19. Supergirl

supergirl_4
Foto: Reprodução/Judão

Apesar de não ser muito chegada na história do Superman, a da prima dele caiu nas minhas graças. Kara é uma jornalista na Cath Co e trabalha secretamente como Supergirl numa agência que protege a Terra contra alienígenas. Tem muita coisinha que lembra o Superman, mas até que é uma história fofinha e acabei gostando… =)

20. Chicago Med

Para finalizar, me deixe falar dos médicos mais lindos que já vi numa única série. Chicago Med trata do que acontece no hospital de mesmo nome. Então, são emergências, conflitos dos médicos entre si e com eles mesmos, romances, tragédias… tudo no mesmo prédio. Essa é uma franquia, pois as séries são vinculadas e tudo acontece em Chicago: Chicago PD, Chicago Fire e Chicago Med. Agora tem Chicago Justice também, mas ela não fez tanto sucesso assim e foi cancelada na primeira temporada.

E… ufa! Missão dada é missão cumprida! Aqui estão as minhas séries do coração! E aí pessoal, gostaram? Já tinham visto alguma delas?

Bjks e muito obrigada pelo convite Tati! =)